Homem de 35 anos morre de Covid-19 em Mamborê após recusar vacina - Mais FM 100.5

É a primeira morte neste ano por covid-19.

Um homem de 35 anos de idade, morador de Mamborê, morreu nesta segunda-feira (24) por complicações da Covid-19. A vítima, segundo a prefeitura, tinha se recusado a se vacinar contra o vírus. É a primeira morte deste ano por covid na cidade, que soma agora 29 óbitos desde o início da pandemia.

“Nesta segunda-feira, dia 24 de janeiro de 2022, lamentavelmente Mamborê registrou o 1º óbito devido a complicações oriundas da Covid-19, um paciente do sexo masculino de 35 anos de idade, o qual também enfrentava outras doenças e acabou contraindo a Covid-19. O mesmo não havia tomado nenhuma das doses das vacinas aplicadas, fato esse que prejudicou ainda mais o estado de saúde e o mesmo acabou entrando em óbito”, divulgou o município em nota.

O corpo da vítima foi sepultado ainda pela manhã no cemitério municipal de Mamborê, sem a realização de velório, conforme prevê os protocolos sanitários. Segundo informações levantadas pela TRIBUNA, o homem era conhecido no município por seu trabalho de funileiro. Considerado um dos melhores da área. “Muito triste algumas pessoas ainda com essa ideia de não se vacinar mesmo já sendo comprovado que a vacina protege de complicações mais graves”, relatou uma pessoa próxima da vítima, à TRIBUNA.

Os casos de Covid-19 voltaram a aumentar na cidade no início deste ano, cenário que se repete em toda a região. Até sexta-feira, eram 437 casos ativos do vírus, além de 256 pacientes monitorados.

“Os números estão aumentando de forma preocupante”, comentou recentemente a secretária da Saúde de Mamborê, Sara Beltrame, ao ressaltar a importância da vacinação. “A diminuição do número de mortes demonstra a eficácia da vacina”, avaliou ela, ao pedir à população que mantenha os protocolos de segurança de enfrentamento à doença.

Fonte: Tribuna do Interior.

Comentários